Teh n00b Guide

dezembro 24, 2010

(Galaxy S) Rede Wi-Fi (sem fio) e 3G do Android parou de funcionar depois da atualização para o 2.2

Filed under: Sem categoria — leandrokoiti @ 19:00

Pois é… outro problema, agora com a atualização que eu fiz no meu Galaxy S para mudar do Android 2.1 para o 2.2 (Froyo). Basicamente o que aconteceu foi que depois de fazer o upgrade tanto a rede sem fio (wi-fi) quanto o 3g pararam de funcionar. Detalhe: A rede sem fio funcionava em redes seguradas com senha, porém na minha casa eu faço a segurança através do registro do endereço mac e não criptografo os dados. Ou seja, a rede é aberta mas o endereço MAC precisa estar registrado no roteador para poder acessá-la.

Vou descrever o que fiz aqui para fazer com que o meu Galaxy S voltasse a funcionar com o Froyo. A primeira coisa que fiz foi procurar sobre pessoas com problemas similares, e notei que a maioria estava fazendo um downgrade para voltar a acessar a rede, ou seja, se você voltar a versão do seu Android para a 2.1 a sua rede wi-fi e o 3g devem voltar a funcionar, para fazer o downgrade segui os passos descritos nesse endereço:

http://forum.xda-developers.com/showthread.php?t=835739

Vou traduzir a parte que importa aqui:

Meu telefone é um Samsung Galaxy S i9000 16gb simfree do Reino Unido, acredito.
Abaixo segue como eu fiz isso [o downgrade] (da forma que aprendi no XDA):

  1. Extraia todos os arquivos utilizando o WinRAr ou WinZip para um pasta
  2. Abra o Odin3 v1.3
  3. Marque a opção “re-partition”
  4. Clique em PIT e selecione o arquivo s1_odin_20100512
  5. Clique em PDA e selecione o arquivo  CODE_I9000XXJM1_REV03_LOW_20100721_2206.tar
  6. Clique em PHONE e selecione o arquivo MODEM_I9000XXJM1.tar
  7. Clique em CSC e selecione o arquivo CSC_I9000OXAJM1.tar
  8. Coloque o telefone em modo de download – desligue o telefone, aperte e segure “volume para baixo” + “home” + “botão de desligar”
  9. Conecte o seu telefone ao computador com um cabo USB
  10. A seção ID:COM do Odin deverá ficar amarela com a porta onde o celular foi conectado (demora um pouco as vezes)
  11. Pressione o botão START no Odin
  12. Seu telefone irá reiniciar assim que o processo terminar.

Dessa forma seu celular voltará para a versão 2.1 assim que ele reiniciar, agora, para ter certeza que seu problema é o mesmo que o meu, tente reconectar a rede sem fio/3g e verifique se está tudo OK, se funcionar normal basta você atualizar novamente seu celular utilizando o Samsung KIES para a versão 2.2 e tanto sua rede sem fio quanto o 3g devem voltar a funcionar normalmente.

O link para download do ODIN com os arquivos necessários é esse:

http://rapidshare.com/files/430076001/Galaxy_S_I9000XXJM1_Eclair_2.1_UK.rar

O meu Samsung é originário da Alemanha, e a versão é de 8gb, ou seja, COM CERTEZA em Samsungs Europeus essa dica irá funcionar, se o seu for de outra região pode ser que não dê certo, então peço que tenha certeza do que está fazendo para evitar ter problemas com o seu aparelho.

agosto 27, 2010

Samsung Galaxy S (GT I9000) europeu e a Claro

Filed under: Telefonia — Tags:, , , , , , , , , — leandrokoiti @ 12:47

UPDATE: Eu finalmente testei as APNs que o FINIX passou e elas são bem melhores, no final do artigo colei os dados que ele informou para os interessados, quem estiver utilizando as APNs que eu passei basta reconfigurar para essas passadas pelo Fenix que até o MMS vai funcionar 100%, incluindo aqueles programas que as vezes não conectam na Internet.

Valeu FINIX!!!!

—————————————————————————————————————————————-

Vou começar com uma história como sempre faço:

Há algumas semanas comprei o Samsung Galaxy S (GT I9000) através do Mercado Livre, perguntando ao vendedor ele disse que algumas pessoas conseguiram fazer ele funcionar em redes que trabalhavam na frequência de 850mhz, então resolvi arriscar e comprar esse smartphone pois me atraiu muito, na época o único vendedor estava trazendo os aparelhos da Europa.

Infelizmente quando o  aparelho chegou a realidade foi outra, e os smartphones que “funcionavam” na frequencia de 850mhz eram modelos modificados (como o Galaxy S da Sprint) que possuíam essa capacidade e portanto fiquei sem poder acessar a rede 3G, ficando dependente de Wi-Fi spots conforme o local que eu ia.

Durante esse tempo eu li alguns artigos sobre a Claro dizendo que estava implantando o funcionamento da rede nessa frequência mas não via nada concreto, pesquisando sobre cobertura no site da Claro reparei que em alguns estados como na Bahia, a rede era somente de 2100mhz, mas em estados como o Mato Grosso do Sul, de 850mhz e acabei achando que a implantação ia variar por estado.

Essa semana, visitando o site de cobertura novamente vi que aqui em Mato Grosso do Sul a Claro havia alterado a frequência, exibindo 850mhz e 2100mhz e comecei a correr atrás para descobrir como utilizar pois meu celular não estava captando a rede.

Depois de várias ligações entre a Claro e a Samsung acabei configurando uma APN no celular (Applications -> Settings -> Wireless and Network -> Mobile Networks -> Access Point Names) com as seguintes configurações:

Name: Claro
APN: claro.com.br (tentei bandalarga.claro.com.br mas pára de funcionar)
Proxy: 200.169.126.11
Port: 9203
User name: claro
Password: claro
Server: <not set>
MMSC: <not set>
MMS proxy: 200.169.126.10

MMS port: 8799
MCC: 724
MNC: 05
Authentication type: None
APN type: internet + mms

Note que a Claro não me ajudou em nada, o atendimento da Samsung foi ótimo e eles me indicaram que era através de “Access Point Names” que eu poderia configurar o acesso mas que a operadora que deveria me guiar, então com a ajuda do Google catei algumas informações daqui e dali e terminei com esses dados.

Feito isso o celular começou a acessar a rede EDGE, eu como um cara totalmente ignorante na área de telefonica/celular não sabia se EDGE era a rede 3G que eu estava acessando nem se isso era bom ou ruim, porém, descontente em não ver o ícone de 3G no lugar do E, continuei procurando na Internet até que terminei com a seguinte configuração:

Name: Claro
APN: claro.com.br (tentei bandalarga.claro.com.br mas pára de funcionar)
Proxy: 200.169.126.11
Port: 9203
User name: claro
Password: claro
Server: <not set>
MMSC: http://mms.claro.com.br/
MMS proxy: 200.169.126.10
MMS port: 8799
MCC: 724
MNC: 05
Authentication type: None
APN type: internet + mms

Note a linha em vermelho, foi a única coisa que mudou da configuração anterior. Após salvar o ícone [E] mudou para [3G] rapidamente e já mudou para [H], eu fiquei feliz em ver que o [3G] havia aparecido mas não entendi por que ficava o [H], pesquisando na Internet entendi que [H] vem de HSDPA e é como se fosse um 3.5G, ou seja, uma rede 3G mais rápida e então me contentei.

Eu sinceramente não sei a relação que o endereço do MMSC tem com a capacidade do celular de detectar a rede, mas sei que se eu apagar essa APN a Internet pára de funcionar, e se eu crio essa APN sem o MMSC ele acessa a rede EDGE ao invés de acessar a 3G.

Entrei em um fórum para tentar sanar essa minha dúvida, mas fica aí uma dica para quem estiver com esse problema que eu tive, eu não sei como essa rede EDGE funciona mas talvez ela seja acessível em uma frequencia que sua operadora trabalha o que lhe permitiria acessar a Internet, o único problema é q eu ouvi dizer que pode ser que a taxação seja diferente (por exemplo, por eu ter um plano de dados 3G, acessar dados através da rede EDGE seria cobrado como excedente e não como parte dos dados transmitidos pelo 3G) mas isso eu to tentando entender ainda e atualizo aqui assim que tiver certeza.

UPDATE1: Como eu já comentei, não entendo nada disso e estou batendo a cabeça pra tentar fazer o negócio funcionar =P Atualmente eu estou usando as configurações que falei anteriormente mas separadas em dois APNS:

APN 1:
Name: Claro Dados
APN: wap.claro.com.br
Proxy: 200.169.126.11
Port: 8799
User name: claro
Password: claro
Server: <not set>
MMSC: <not set>
MMS proxy: <not set>
MMS port: <not set>
MCC: 724
MNC: 05
Authentication type: PAP
APN type: internet

Apn 2:
Name: Claro MMS
APN: mms.claro.com.br
Proxy: 200.169.126.10
Port: 8799
User name: claro
Password: claro
Server: http://mms.claro.com.br
MMSC: http://mms.claro.com.br
MMS proxy: 200.169.126.10
MMS port: 8799
MCC: 724
MNC: 05
Authentication type: None
APN type: mms

Criei elas na tentativa de fazer o MMS funcionar, infelizmente ainda não obtive exito. Em relação ao 3G pelo menos está funcionando normal.

———————————————————————————————————————-

APN passadas pelo FINIX aqui no blog que funcionam 100% no Galaxy S (nota: ND significa NADA, ou seja, não coloque nada no campo):

pessoal eu achei os apns originais da claro: 

NOME=Java Session

APN=java.claro.com.br

PROXY= nao declarado

PORTA= ND

USUSARIO= claro

SENHA= claro

SERVIDOR= ND

MMSc= ND

PROXY MMS= ND

porta mms=ND

MCC=724

MNC=05

TIPO DE AUTENTICACAO= PAP

TIPO DE APN= INTERNET

—————————————————————————-

NOME=CLARO FOTO

APN=mms.claro.com.br

PROXY= ND

porta= ND

usuario= claro

senha=claro

servidor= ND

mmsc=http://mms.claro.com.br

proxy de MMs= 200.169.126.10

porta mms= 8799

mcc=724

mnc=05

tipo de autenticacao= pap

tipo de apn=mms


Allshare e Directv2Pc

Filed under: Multimídia, Telefonia — leandrokoiti @ 10:50

Duas coisas que eu ando fuçando ultimamente é no Allshare, uma aplicaçãozinha que vem em celulares com Android e permite que você transforme seu celular em uma espécie de HUB, permitindo que seu PC acesse arquivos do teu Celular, seu Celular acesse arquivos do teu PC (através daquela história dos Media Center) e seu PC utilize teu Celular para enviar ou receber arquivos de um terceiro componente (PS3, XBOX360).

O meu problema atualmente é que parece que esse Allshare tem várias limitações no sentido do que ele pode reproduzir e estou tentando encontrar uma solução legal como a do PS3 Media Center para que permita que os celulares com Android consigam acessar os arquivos de midia do seu pc da mesma forma que o PS3 ou o XBOX360 consegue (inclusive filmes em HD com legenda)

Além disso, mexendo no Allshare eu reparei que ele detecta e acessa os filmes *gravados* do meu receptor da Sky sem problema nenhum, mas só *acessa*, ou seja, ele para na mesma altura que o Directv2PC pára, que é na hora de executar o filme em si, há tempos estou batendo a cabeça com esse Directv2PC mas até hoje só consegui listar os filmes.

Então a minha intenção é assim que descobrir uma forma de fazer um dos dois funcionar postar alguma coisa aqui, mas nesse meio tempo, quem sabe alguém já deu algum passo interessante?

Pesquisando na Internet encontrei muita gente reclamando sobre o Allshare não conseguir reproduzir as mídias, algumas outras falando que funciona normal, estou tentando descobrir o que seria o empecilho para pessoas como eu que simplesmente não conseguem fazer funcioná-lo de forma satisfatória.

Já o Directv2PC tem um forum bem legal, mas como o produto não foi homologado pela Sky para que funcione no receptor dela eu não sei até que ponto toda a ajuda dada nos fórums pode servir pra gente aqui do Brasil, mas talvez o Allshare consiga criar esse elo perdido entre a TV e o PC para visualizar coisas da Sky =P

fevereiro 9, 2010

PlayStation Network card para suas necessidades de créditos diárias

Filed under: Playstation, Playstation Store, Vídeo Games — Tags:, , , — leandrokoiti @ 07:49

Bom, em alguns posts falei sobre um esquema de usar a EntroPay pra comprar crédito pra usar na PlayStation Store, parece que pra cada um funciona de um jeito, e agora pra mim nem com as dicas que o pessoal mandou nos comentários está dando certo.

Como eu to ficando velho e cansado, eu acabei abandonando a idéia de fazer esquemas pra comprar crédito e tentei achar um caminho mais “limpo” pra fazer isso. Como eu compro tudo com cartão eu queria algo que eu pagasse e o código fosse liberado na hora pra que eu já pudesse usá-lo, acabei achando esse site:

http://www.maximuscards.com/itempage.php?cat=3

5 minutos depois de eu ter feito o pagamento pelo PayPal recebi um email da empresa com o código do cartão para que eu pudesse adicionar créditos na Wallet.

Então fica aí a dica, se você está senil como eu e não quer perder muito tempo tentando várias coisas, nesse site você compra com seu cartão de crédito pagando através do PayPal e eles liberam assim que o seu pagamento for efetivado, o que geralmente acontece na hora.

Infelizmente eu não sei se o PayPal aceita cartões brasileiros, eu acredito que não, e para isso existe o Mercado Livre aqui no Brasil, o pessoal costuma vender cartão lá por preços bons, o único problema é que o envio do código pode demorar um dia ou mais dependendo da hora que você fez a compra e da forma que você utilizou pra pagar.

agosto 3, 2009

EntroPay, PSN e você

Filed under: Playstation, Vídeo Games — Tags:, , , — leandrokoiti @ 12:56

UPDATE1: aparentemente esta dica não está mais funcionando, o pessoal está reportando que a EntroPay está bloqueando as contas após mudar de endereço =(

UPDATE2: De acordo com o Mauricio se você fizer seu cadastro normal no EntroPay utilizando seus dados reais e usar o cartão que eles criam pra você no PS3 normalmente deve funciona, não custa tentar =D

Depois de ficar quase 8 dias tentando comprar pela PSN, lendo no Google e tentando literalmente tudo que falaram, compilei algumas informações que eu espero que sejam úteis para quem ainda estiver com problema para comprar pela PSN.

Antes de mais nada, as duas mensagens que recebi nesses 8 dias que tentei efetuar a compra foram:

a) “The credit card information cannot be updated. Check your PLAYSTATION Network account informationand then contact technical support for assistance.”
b) “Credit card information is not valid.”

Se você pesquisar na net vai encontrar o pessoal mandando criar conta nova, utilizar o Entropay, etc., aqui vou informar tudo que tive que fazer para finalmente poder depositar dinheiro na conta.

AVISO: Algumas pessoas afirmam que este processo é ilegal, e eu hei de concordar, já que infringe a EULA da sua conta, mas até onde eu sei não dá cadeia, a única coisa que pode acontecer é cancelarem sua conta, o processo que vou descrever aqui é tão ilegal quanto o processo de criar uma conta americana, ou de usar o Entropay, você não está roubando, já que o dinheiro será descontado em seu cartão normalmente, mas está informando dados falsos em sua conta, então cabe a você decidir.

Se você estiver com medo da ilegalidade não continue… compre os PSN Cards superfaturados que vendem no Ebay ou no MercadoLivre, você “só” vai pagar entre 65%~100% a mais do que o que ele realmente vale, mas fazer o que né?

1 – Antes de mais nada, tente criar uma nova conta informando um endereço americano que tenha como CEP os 5 primeiros dígitos do seu CEP e tente comprar pela PSN utilizando um cartão que não seja Visa. (Se você for azarado como eu, isso não vai adiantar, você vai tentar todas as combinações possíveis de nomes, CEP, endereço, número de cartão e data de validade, e mesmo assim, a mensagem de erro vai continuar)

2 – Caso o passo (1) não tenha dado certo, acesse o site http://www.entropay.com e crie uma conta lá, você vai precisar de um cartão internacional e você pode achar muitos sites explicando como utilizar o serviço. (Só lembre-se que, ao efetuar o cadastro, você deve informar seu endereço verdadeiro, faça o depósito no seu cartão virtual do Entropay normalmente e então altere o endereço do Entropay para um endereço Americano válido (de preferencia para um estado que não cobre taxas de movimentações online, como em Montana)).

Feito isso, tente depositar dinheiro em sua conta da PSN utilizando os dados do cartão informado pelo site Entropay, lembrando que o nome da pessoa no cartão é EntroPay User e não o seu nome, mas o endereço é o endereço que você alterou no seu perfil do Entropay. Com sorte, isso lhe permitirá depositar seu dinheiro.

Meu problema começou a partir daqui, pois eu conseguia depositar dinheiro no Entropay mas ao tentar transferir para o PSN a MALDITA mensagem de erro continuava aparecendo. Bom, se você tiver tanto azar quanto eu, comigo uma terceira opção deu certo, e essa eu tive que “inventar”, já que eu não estava conseguindo aceitar a idéia de não poder comprar nada pela PSN.

Então vamos ao passo 3.

3 – Se você chegou até aqui é porque nada mais adiantou pra você, você tentou criar contas na Europa, na China e nos EUA, tentou o Entropay, usou os 5 primeiros dígitos do seu CEP, acessou uma VPN de outro país, etc etc e mesmo assim você não consegue transferir dinheiro para a wallet do seu PSN.

Felizmente eu consegui achar uma saída, e espero que dê certo pra você também!

OBSERVAÇÃO: Siga PASSO A PASSO o que for descrito aqui, pois foi EXATAMENTE o que eu fiz, e se você fizer eu acredito que vá funcionar!

a) A primeira coisa a fazer é encontrar um proxy americano, eu encontrei o meu neste site: http://www.multiproxy.org/, através da lista de proxies; você pode fazer uma busca no Google também, pra ver se você encontra outros endereços de proxy. O importante é ter certeza de que ele é Americano.

Como testar se o proxy é Americano?
Pegue o IP informado na lista que você encontrou, e acesse um site como o http://www.ip2location.com/free.asp, informando o IP que você quer testar no campo para verificar. Ao verificar ele vai informar de que país esse IP é, se ele for Americano, ótimo, é esse o IP que você irá utilizar!

b) Verifique se o proxy está funcionando corretamente, para isso, o jeito mais fácil é abrir o Internet Explorer (pequeno tutorial aqui), daí você clica em “Ferramentas“, “Opções da Internet“, vai na aba “Conexões” e ali no final clica em “Configurações da LAN“, marque a caixa “Detectar automaticamente as configurações(opcional), e lá no final marque “Usar um servidor proxy para a rede local…“, no campo “Endereço” você deve informar o IP do proxy e no campo “Porta“, a porta que apareceu na lista que você encontrou…

Normalmente a porta está logo depois do IP, seguido de “:” ou por um espaço, por exemplo:

200.0.0.0:69
ou
200.0.0.0 69

No caso o ip é “200.0.0.0” e a porta é “69“.

Feito isso dê OK e tente abrir este site:

http://www.whatsmyip.org/more/

Se você conseguiu abrí-lo é porque o proxy funciona, mas não termina aí!!! Verifique se o local que está apontando no mapa é realmente algum lugar na América do Norte, isso é muito importante pois precisaremos desse mapa para os próximos passos.

c) Você já viu da onde o IP vem, e tem certeza que é da América do Norte, então agora deveremos configurar nosso PS3 para que use esse proxy, para fazer isso abra o Xross (botão Playstation no controle), vá em “Settings“, e selecione “Network Settings“, dentro abra “Internet Connection Settings” e selecione “Custom” como o método de configuração e vá avançando, a não ser que você queira alterar algo que tenha configurado antes, você deverá avançar até o “Proxy Server“, ali iremos configurar nosso proxy americano, marque “Use” e avance, ele vai pedir o endereço (IP) e a porta que ele irá se conectar, no meu exemplo anterior no caso, o ip é “200.0.0.0” e a porta é “69“, informe os dados que VOCÊ achou e avance até finalizar a configuração.

Se você testou o proxy no Internet Explorer e conseguiu navegar normalmente então seu PS3 deverá se conectar à internet NORMALMENTE também, se o PS3 não se conectar significa que você digitou o endereço errado ou então o proxy parou de funcionar e você deverá procurar outro, repetindo os passos anteriores.

d) O proxy está configurado no seu PS3 e ele acessa a internet normalmente, então reinicie seu PS3 e crie uma nova conta pelo PS3 utilizando esse proxy (note que dependendo do proxy sua conexão pode ficar lenta ou haver falha de comunicação as vezes, mas isso é normal), essa conta deverá ter como seu nome completo o nome “EntroPay User” (note as maiúsculas e minúsculas), o país deverá ser Estados Unidos, a data de nascimento pode ser a q vc quiser, após informar o nome de usuário você deverá informar seu endereço residencial, é aqui que você deverá utilizar as informações obtidas no mapa do site que foi passado no passo (b), veja o nome da cidade onde seu IP caiu e procure no Google por um endereço daquela cidade, informe-o no lugar do seu endereço original, eu coloquei “Nome da Rua Street 000” em “Street Address 1“, “Street Address 2” e “Street Address 3” eu deixei em branco, em “City“, coloquei a cidade de onde meu IP vinha e em estado coloquei o estado ao qual a cidade pertencia, e o postal code foi o postal code que achei para o endereço que coloquei. Ficando mais ou menos assim:

Street Address 1 Nome Da Rua Street 000

Street Address 2

Street Address 3

City Cidade

State/Province Estado

Postal Code 00000

onde Nome Da Rua é o nome da rua que você achou e que está relacionado com o CEP informado, 000 é um número qualquer nessa rua, Cidade é a cidade de onde vem o IP, Estado é o estado onde essa cidade está localizada e 00000 é o CEP encontrado no mapa do google.

e) Se você seguiu até o passo (d) corretamente você tem uma nova conta no PSN, com informações relacionadas a um proxy que você encontrou. Agora crie (ou acesse) sua conta no Entropay, deposite dinheiro normalmente (note que as vezes o Entropay tem dificuldades em depositar dinheiro e é preciso tentar várias vezes) e depois que tiver depositado a quantia desejada (aconselho que você deposite um pouco (U$20 que é o mínimo) só para ver se vai funcionar mesmo, e não se esqueça que se você escolheu um estado que são cobrado taxas você deverá incluir um pouco a mais na hora de efetuar o depósito), após depositar altere os seus dados no Entropay para que reflitam o endereço da conta “laranja” que você criou no passo (d), isso inclui endereço, cep, estado, cidade, etc., a única coisa que eu não alterei foi o telefone, deixei o meu verdadeiro, salve as alterações no Entropay.

f) Com dinheiro depositado no Entropay e seus dados do Entropay refletindo os MESMOS dados da sua PSN recém criada, efetue o login em sua conta recém criada através do PS3 e faça o depósito de fundos em sua “wallet”. Não esquecendo que o “Card Type” é Visa, o “Cardholder’s Name” é EntroPay User, o número é o número fornecido pelo Entropay, assim como a data de validade e o código de segurança. Se você fez tudo corretamente na próxima tela você só precisará confirmar seu endereço (que é o endereço americano refletindo o local de onde o seu proxy está) e então será possível efetuar o depósito.

Após efetuar o depósito é ALTAMENTE recomendado desativar o uso do proxy, primeiro porque eles são lentos, segundo porque eles guardam todos os dados que trafegam por ele, terceiro porque você não vai conseguir baixar nada. Você só deverá usar o proxy quando for depositar dinheiro na sua conta, e não se esqueça de não usar o proxy pra depositar o dinheiro no Entropay, porque como eu disse, eles guardam os dados que trafegam por ele, isso pode incluir o cartão de crédito que você está usando para pagar o Entropay.

agosto 2, 2009

Criando um servidor de mídia para utilizar com o PS3

Filed under: Multimídia, PC, Playstation, Vídeo Games — Tags:, , , , , — leandrokoiti @ 20:31

Nesse post eu expliquei como instalar e configurar o TVersity para que ele pudesse funcionar como um Media Server (inclusive transferindo vídeos com legendas) para que você possa acessar vídeos além da capacidade que o Media Player 11 tem a oferecer, comentei também que você poderia acessar através do seu PS3, e continua sendo verdade, heheheeh, o TVersity é ótimo para compartilhamento de mídia em geral e eu acredito que ele irá atender a maioria das suas necessidades.

Porém, navegando por aí acabei descobrindo que existe algo melhor para se utilizar como Media Server caso você tenha um PS3, e esse algo é o PS3 Media Server, feito em Java ele é bem leve e muito fácil de configurar, você instala e está pronto para utilizar com o seu PS3, ele faz streaming de tantas mídias quanto o TVersity é capaz mas com uma vantagem: você pode transferir audio surround seja em DTS, ou AC3 dos seus filmes HD tranquilamente, testei aqui em casa e funcionou que é uma maravilha.

Deixei o TVersity rodando para compartilhar áudio e o PS3 Media Server para poder assistir aos meus filmes pelo PS3 com a qualidade merecida.

Have phun!

agosto 1, 2009

Configurando o TVersity para exibir legendas (subtitles) nos streamings

Filed under: Multimídia, PC — Tags:, , , , , — leandrokoiti @ 14:41

Caso você não esteja habilitar legendas dos seus filmes através do streaming do TVersity aqui vai algumas dicas:

  1. Desinstale qualquer codec pack que você tiver instalado em sua máquina (dica: utilize o CCCP Insurgent para procurar por packs instalados) e instale o Combined Community Codec Pack (é o que eu uso aqui e nunca deu problema). nota: você TEM que reiniciar a máquina após instalar o Combined Community Codec Pack.
  2. Caso o passo (1) não resolva, abra um filme qualquer onde a legenda é exibida, serão exibidos 2 ícones na sua bandeja, um quadrado azul escrito FFa, um vermelho escrito FFv, dê um clique duplo no quadrado vermelho, abrirá uma nova janela. Nessa janela vá rolando o menu da esquerda para baixo até encontrar a caixa Subtitles, certifique-se de que ela esteja marcada e se não estiver marque-a e reinicie o serviço do TVersity.
  3. Se o passo (2) não adiantou, abra o TVersity e certifique de que a opção Always em When to transcode dentro de Transcoder esteja marcada, marque-a caso não esteja e reinicie o TVersity novamente.

Esses 3 passos devem resolver seu problema em não conseguir exibir as legendas através do TVersity, tente sempre abrir os vídeos utilizando o Media Player para certificar-se de que os codecs estão instalados pois players como o VLC possuem seus próprios codecs e acabam funcionando de qualquer jeito, sendo que o TVersity precisa dos codecs instalados corretamente em sua máquina.

OBS.: Se você fez corretamente você conseguirá visualizar as legendas no seu vídeo game, receptor da Sky ou seja lá aonde estiver tentando acessar, já que o TVersity emite a legenda em conjunto do streaming, removendo a necessidade do dispositivo cliente de procurar por legendas.

Utilizando o TVersity como servidor de mídia

Filed under: Multimídia, PC — Tags:, , , , , , , — leandrokoiti @ 14:31

Neste post eu expliquei como criar um servidor de mídia utilizando o Windows Media Player 11, é bem fácil e rápido porém muito limitado, varios formatos de vídeo famosos não são suportados pelo servidor criado pelo Media Player, alguns formatos de música e imagem também não.

Para poder transmitir arquivos MKV do PC que está hospedando-os infelizmente o Media Player não será a melhor solução, é por isso que decidi falar um pouco sobre o TVersity e como criar um servidor de mídia que funciona da mesma forma que o servidor criado pelo Media Player.

Instalando
Antes de mais nada  eu aconselho muito que você baixe o Combined Community Codec Pack Insurgent e desinstale qualquer codec pack que tiver instalado no seu PC, se você não quiser fazer isso tudo bem, mas é comum dar problemas de compatbilidade de codecs, e o CCCP Insurgent permite que você desinstale o pack que você instalou (caso tenha instalado) permitindo que o TVersity instale o codec pack dele que é muito bom (e vai permitir que façamos streaming de vídeo com legenda).

O TVersity pode ser baixado acessando o endereço http://tversity.com/download/, ele tem uma versão paga mas a gente vai mexer com a versão grátis aqui, a instalação é bem simples, após baixar o executável basta seguir os passos da instalação, no final ele irá pedir para instalar o ffdshow, você deverá permitir que o TVersity instale-o em sua máquina.

Feita a instalação, caso você tenha algum tipo de firewall em sua máquina, você deverá adicionar o “MediaServer.exe” como exceção em seu firewall, seguindo a instalação padrão, o arquivo se encontrará em “C:\Program Files\TVersity\Media Server\MediaServer.exe“.

O próximo passo é alterar a conta que o serviço do TVersity roda em sua máquina, para fazer isso acesse o Painel de Controle, abra a pasta Ferramentas Administrativas e abra o item Serviços, procure por um serviço chamado TVersityMediaServer, clique com o botão direito nele e clique em Propriedades, na janela que abrir clique na aba Logon e no grupo Fazer logon como: marque a opção Esta conta, informe um usuário administrativo (normalmente o seu usuário) e a senha caso ele possua e clique em OK. Clique com o botão direito novamente em TVersityMediaServer e pare o serviço, em seguida inicie-o novamente.

Feito isso abra o TVersity (provavelmente foi criada uma pasta no seu menu iniciar), em seguida, dentro da pasta onde você encontrou o atalho para o TVersity existe um pasta chamada TVersity Tools, abra ela e clique em Start TVersity Media Server (só para desencargo de consciência), neste momento o programa deveria ter aberto.

Configurando
Selecionando as pasta
Agora que o TVersity está aberto você deverá selecionar as pastas que deseja compartilhar, para fazer isso clique na aba Library (no topo do programa), expanda a pasta File System no menu da esquerda e clique em Folders, no lado direito clique em Add Item e informe o caminho da pasta que deseja compartilhar no campo Folder e um nome que será dado à ela ao ser exibido nos clientes no campo Title, você também pode indicar que tipo de arquivo que você irá compartilhar da pasta selecionada (imagens, vídeos e/ou áudios). Repita o processo até incluir todas as pastas desejadas, não recomendo alterar as outra opções no momento.

Configurando o Streaming
– Selecionadas as pastas que deseja compartilhar,
clique  na aba Settings lá em cima e clique em General no menu da esquerda, nesta aba o que você deverá informar é:

  1. Maximum disk space to use: Aqui você deverá informar a quantidade máxima de espaço reservada ao TVersity para pode armazenar seus arquivos temporários.
  2. IP Address: Aqui você deverá informar o IP interno da máquina que está rodando o TVersity (para descobrir qual o IP interno da sua máquina vá em iniciar, executar, escreva CMD, e pressione Enter, na janela que se abrir digite ipconfig e pressione Enter novamente, serão exibidos algumas informações das suas placas de rede, procure por Endereço IPv4, a sequência numérica que segue depois dele é o seu ip na rede, é este valor que você deverá informar), e em Port, se você não alterou o valor  original, deverá ser 41952.

O resto você pode deixar como está.

– No menu à esquerda, clique em Transcoder; em When to transcode marque Always (o aconselhável é marcar Only when needed só que pelo menos comigo as legendas só funcionaram no modo Always) e desmaque Decrease the bitrate if it is too high for my network, a não ser que você tenha problemas na hora de fazer o streaming, mas por enquanto deixa desmarcado.

– Em Maximum Video and Image Resolution você deverá indicar a resolução que os vídeos e imagens serão transferidos, se você possuir uma TV Full HD esse valor deverá ser de 1920 x 1080 (1080p), se você tiver uma TV HD Ready esse valor será 1280 x 720 (720p), e se você for usar em um monitor aconselho olhar a resolução máxima suportada pelo monitor, se for mais que 1080p aconselho deixar em 1080p.

– Marque a caixa Use directshow for Windows Media Encoding (otherwise ffmpeg will be used) e selecione Windows Media Video 9 na caixa de baixo (AVISO: se você for utilizar o XBOX360 para acessar as mídias deverá instalar o Windows Media Player 11)

– Em Optimization marque Quality.

Em Connection Speed and Quality marque Wired (100mbps) em Connection Speed, e marque High em Connection Quality.

Em Compression selecione Minimum.

– Em Decoding Speed marque a caixa Decode the media as fast as possible without taking into account its bitrate.

– Em Audio Capture marque a caixa Use stereo mix to capture audio e em Drift Compression selecione None. (ATENÇÃO: Só marque esta opção caso esteja tendo problemas em fazer streaming de filmes em alta definição)

Clique em Save logo abaixo, assim que terminar de salvar, volta para a aba General, e clique no botão Restar Sharing, se você fez tudo corretamente, após concluída a sincronização das pastas compartilhadas os dispositivos que conseguem ter acesso à mídias compartilhadas (como o receptor HD da Sky ou o PS3/XBOX360/Wii) listarão uma nova fonte, no caso o TVersity.

Após todos esses passos você terá uma poderosa ferramenta para streaming de audio, video e imagem para os mais diversos tipos de fonte.

Caso seu streaming de vídeo não esteja com legenda clique aqui.

Transformando seu receptor Sky HD em um reprodutor de mídia

Filed under: Multimídia — Tags:, , , — leandrokoiti @ 11:14

A Sky “revolucionou” o mercado Brasileiro de TV por assinatura ao disponibilizar alguns canais em alta definição em dois pacotes de alta definição, quem adquiriu está podendo desfrutar de alguns (poucos) bons programas, como a programação da Fox em alta definição, entre outras coisas que variam do triste (como o Space HD) ao belo (Voom / NGHD), mas não é sobre isso que estou aqui pra discutir, mas sim sobre o novo receptor HD que eles disponibilizam “gratuitamente” aos assinantes da grade de alta definição.

Se você olhar no manual vai perceber que ele possui bastante coisa bacana, tipo as entradas USB, SATA e as RJ-45, infelizmente na maioria aparece escrito “para uso futuro” e isso é um pouco brochante porque você não tem idéia da finalidade da tal entrada nem se realmente vai existir uso pra ela um dia.

Eu com meu instinto curioso decidi conectar um cabo de rede ao receptor da Sky e ligá-lo no meu switch para ver se eu poderia comprar programas Pay Per View através da Internet (e não pela maldita linha telefônica como eles ainda fazem), infelizmente não deu certo, mas para minha surpresa algo diferente aconteceu.

Eu havia acabado de configurar o meu computador como servidor de mídia, o receptor da Sky já estava ligado na rede para fins ilusórios (já que até o momento eu não tinha encontrado nada de útil para o uso do cabo) até que, ao terminar de configurar o servidor de mídia uma mensagem apareceu na tela da Sky informando sobre uma nova fonte de mídia encontrada, e é aí que começa a beleza da surpresa:

DSC00056

Dentro da rede, o receptor da Sky reconheceu um novo servidor de mídia e o item de menu “Minha Central de Mídia” foi adicionado ao menu da Sky:

DSC00057

E voilá, você poderá acessar os arquivos de mídia compartilhados em seu PC através da Sky utilizando seu controle remoto =D

Antes de concluir  este post encontrei um tópico no HTForum que adiciona passos para que você possa fazer isso em  sua casa: http://www.htforum.com/vb/showpost.php?p=1662991&postcount=1739

Espero que te ajude de alguma forma!

O Media Center e Você

Filed under: Multimídia — Tags:, , , , , , , , — leandrokoiti @ 11:11

Navegando pela internet acabei esbarrando em alguns sites com pessoas falando sobre Media Centers mas pra ser sincero nunca dei muita bola, existe até uma versão especial do Windows chamado Windows Media Center feito especialmente para isso, mas mesmo assim nunca consegui entender muito bem a aplicação pra algo do gênero. Se você é assim como eu, vou tentar falar um pouco sobre o que é um Media Center e como ele poderia mudar seu dia-a-dia.

O que é um Media Center?
Bom… como não achei nenhuma definição por aí, vou tentar descrever com as minhas palavras o que é: Basicamente, um Media Center é um conjunto de dispositivos (hardware e software) que permitem que você integre seus aparatos de multimídia de forma centralizada, permitindo que você tenha acesso a filmes, música e fotos de maneira simplificada. Existe uma versão especial do Windows (chamada Windows Media Center) feita exatamente para essa finalidade, e você pode se informar um pouco mais sobre ela aqui, um artigo curto da Wikipedia mas que tem informações também sobre uma solução alternativa ao Windows Media Center.

Por que eu preciso de um Media Center?|
Bom, na verdade você não precisa, ele é mais uma comodidade do que uma necessidade, e, felizmente, você não precisa nem do Windows Media Center para ter o seu Media Center, é claro que sistemas feitos especificamente pra isso facilitam em muito sua vida nesse meio, mas existem muitas outras soluções que eu pretendo explicar.

A vantagem de se ter o Windows Media Center (ou algo sistema feito para gerenciamento multimídia) é que ele foi feito  pensando na pessoa que vai usar o monitor ou a TV com um controle, e que essa pessoa precisa acessar coisas que estão além do próprio PC de forma fácil e normalmente sem um mouse ou um teclado.

Você poderá utilizar um Media Center nas seguintes situações:

  1. Você usa seu computador para ver filmes.
  2. Você usa seu computador para ver filmes e também utiliza uma TV no conjunto como saída alternativa ao monitor principal.
  3. Você usa seu computador para ver filmes, TV e possui um Home Theater.
  4. Você possui um vídeo game de nova geração mas também utiliza seu PC.
  5. Você usa seu computador, uma TV, Home Theater, reprodutores de BD/DVD e vídeo games de nova geração.

Como pode perceber, as situações para aplicação de um Media Center envolvem basicamente seu PC e algum outro meio de reprodução de mídia, se você se encaixa em uma situação similar então pode ser que um Media Center venha a calhar.

(in)Felizmente não existe uma solução única para a criação de um Media Center, como as combinações são quase infinitas você vai precisar de um pouco de entendimento do seu equipamento para poder montar um em sua casa.

Como começar
A primeira coisa é tentar descobrir quem será o “coração” do seu Media Center, normalmente ele irá armazenar filmes, músicas e imagens e distribuirá para todos os clientes. No meu caso, o “coração” do meu Media Center é o próprio computador, que também uso para outras finalidades mas que acabei deixando como servidor de mídia, não só porque eu gravo as coisas diretamente nele, mas porque quando comecei isso tudo, ele era o cara que distribuía a conexão para a internet. Hoje em dia esse computador está ligado em um Switch, este switch está ligado diretamente a um modem ADSL, sendo que no mesmo Switch liguei um roteador Wireless para poder compartilhar a conexão com dispositivos móveis. Além disso, os outros PCs de casa também fornecem suas mídias para que todos possam ter acesso livremente. Ficando mais ou menos assim:

diagram1

É importante que o coração do seu Media Center esteja acessível, pois os outros dispositivos irão se conectar nele para adquirir os arquivos que forem servidos, um roteadorzinho wireless é uma mão na roda, eu uso o TL-WR541G da TP-LINK, nunca me deu problema, o sinal é ótimo aqui em casa (deixei ele na parte da frente de casa, e é possível acessar lá do fundo) e o melhor de tudo: ele é muito barato.

Agora que você já tem um “nó” que distribui informações você precisa descobrir quem vai se conectar a ele, no meu caso, o meu PC está ligado na minha TV e no meu Home Theater, além disso meu vídeo game  está ligado ao Home Theater assim como o receptor da Sky também, o Home Theater então recebe informações tanto do receptor da Sky quanto do Vídeo Game através de HDMI e cabos de fibra óptica e repassa  os dados em HDMI também para a TV para que ela possa reproduzí-los. Algo assim:

diagram2

O Media Center
Analisando o gráfico anterior você pode perceber que posso reproduzir audio/video vindo do meu PC, do meu vídeo game e do meu receptor da Sky na minha TV e reproduzir audio no meu Home Theater. O maior problema é que se eu quiser ver um filme, eu preciso ir no PC, procurar o filme, ligar ele, jogar para o segundo monitor (TV) e aí ir pra cama assistir, isso é chato quando você quer ver um filme na sua TV, sem contar que dependendo da placa de som você precisa fazer configurações de acordo com a finalidade do uso para maximizar a qualidade da saída. E se eu quiser ver um filme que está em outro computador que não está ligado diretamente nesse conjunto? Pois é… a coisa vai complicando.

Agora que você já sabe da onde vão sair as informações, escolha quem vai captá-las e permitir que você controle-as de forma simplificada. Se você possui Sky HD vai descobrir que é possível utilizar o receptor HD deles como reprodutor de mídia, se você possui um vídeo game de última geração (XBOX360, PS3 ou Wii) você também poderá utilizá0-los como reprodutores de mídia. Vou me restringir ao que conheço, mas sugestões são aceitas!

Receptor Sky HD
Prós:

  • Permite selecionar a resolução de exibição.

Contras:

  • Qualidade inferior (por algum motivo não consegui reproduzir vídeos no receptor da Sky com a mesma qualidade que reproduzi no PS3).
  • Sem controle de tempo (você não pode avançar ou voltar o filme, somente pausar e continuar).
  • Não permite conexão sem fio.

Vídeo Game (PS3)
Prós:

  • Mesma qualidade obtida ao reproduzir direto do PC.
  • Controle de tempo através do controle do próprio video game.
  • Acesso através de rede sem fio.

Contras:

  • O controle de vídeo game não é o melhor controle para se controlar um filme.

Para reproduzir filmes de definição padrão (SD) tanto o receptor da Sky quanto o video game são ótimos candidatos, tendendo mais ao video game já que ainda não é possível avançar ou retroceder os filmes através do receptor da Sky.

Para a reprodução de filmes dem alta definição o vídeo game com certeza é a única saída pois o receptor da Sky não consegue reproduzir de forma fiel o vídeo sendo exibido, apesar de ficar melhor que a qualidade de um SD.

Por escolha pessoal, escolhi meu vídeo game para ser o media center, através dele eu jogo meus jogos e, quando quero, vejo meus filmes, estejam eles no meu PC ou em outro lugar dentro da rede. Isso garante um conforto maior na hora de desfrutar os seus equipamentos, só faltando um desses controles remoto universais pra acabar com o stress de ficar com 4 controles pra onde você vá =P

Older Posts »

Blog no WordPress.com.